Sapatos para o lado de fora
| |

shoes-1246576_1920

 

A porta de entrada da nossa casa é o limite entre o externo e o interno.

Vejamos,  o externo é o que vem de fora, ou seja, as influências externas, do coletivo (essas podem ser positivas ou negativas) e o interno onde guardamos nossos segredos, nossos tesouros, nossos desejos e nossas conquistas. São as influências do nosso interior.

Essa reflexão pode e deve ser aplicada em nossa casa.

Analise: O que você quer trazer para dentro de sua casa?

Como falamos nesse post, algumas energias e possibilidades entram pela porta de entrada.

A questão de entrar sem sapatos, não é só uma preocupação da higiene física,  é também uma preocupação higiene energética. Quando tiramos o sapatos liberamos todas as energias impuras que são encontradas de fora, da rua. Então deixando os sapatos na porta de entrada você bloqueará essas energias impuras.

 De forma prática e real, podemos aliar a supertição com a organização.
A personal organizer Ale Criballi da empresa OrganizandU explica como deixar nossos sapatos limpos, organizados e no seu devido lugar.

O Japão é um país de culturas e hábitos milenares e temos muito que aprender com este povo. Um dos costumes que mais admiro e tento seguir é o hábito de tirar os sapatos ao entrar em casa.

É fato que ao andar na rua nossos sapatos trazem todo o tipo de bactérias e sujeira e este hábito simples pode evitar muitas doenças.

Colocar um cesto na entrada da casa com as famosas surippas (chinelinhos típicos para usar dentro de casa) é uma forma bastante simpática de receber seus amigos e mostra o quanto você é preocupada com sua casa e o bem estar de quem mora nela.

Resultado de imagem para suripasImagem

É uma tradição que, para nós ocidentais, pode parecer estranha, mas se avaliarmos o bem que faz, principalmente, para nossa saúde, todos nós não pensaríamos duas vezes para aderir a esta tradição.

Mas pra nos prevenirmos mais ainda não basta apenas tirar o sapato é preciso também, higienizá-lo para que as bactérias não sobrevivam, já que essas bactérias costumam ser bastante resistentes.

Então ao chegar em casa, eu tiro meu sapato, coloco ele para arejar na área de serviço ou na sacada e limpo com o produto que uso há algum tempo e que acho o mais eficaz no momento: Lysoform da Bombril.

Eu realmente gosto deste produto e indico, porque é simples e sei que acaba com as bacteriais. É só colocar numa esponja ou pano e limpar todo o calçado por fora. Para limpar por dentro eu uso bicarbonato de sódio, depois é só deixar até o outro dia e aí sim guardar na sua sapateira.

Isso evita que sua sapateira também seja contaminada com as bactérias que vem da rua e podem passar para os demais sapatos, além em claro de dar mais tempo de vida útil aos seus sapatos.

Com os sapatos limpos e protegidos você pode usar sua surippa ou mesmo o “chinelo de casa”, esse que não sai na rua e você só usa dentro de casa.

 

Texto colaborativo: Ale Criballi – OrganizandU
Acompanhe o Ateliê Casa & Natureza nas redes sociais:
FACEBOOK  │    INSTAGRAM    │   PINTEREST 
Receba uma vez por semana, conteúdo exclusivo, material sobre harmonização e descontos> Cadastre

Casa e Natureza, por Cristiane Meloni © 2016 - Design por Susan Santos e Codificação por Sara Silva